domingo, 25 de agosto de 2013

AMAR...



"De todos os mandamentos, qual é o mais importante?"
Pergunta de um mestre da lei à Jesus.

"Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o teu coração, de toda a sua alma, de todo o seu entendimento e de todas as tuas forças." Esse é o maior e o segundo é igual a esse: "Ame ao seu próximo como a si mesmo." Não há mandamento maior que estes.

Não é um ou o outro, são atos que se completam, devemos amar a Deus e ao próximo, por isso de nada serve uma vida religiosa regular, ir a igreja uma vez ou todos os dias da semana e até mesmo evitar dizer o nome de Deus em vão se você não honra seus pais, se cobiça a propriedade alheia, se não respeita seus semelhantes ou se faz, faz somente aos seus pares, é arrogante e prepotente. Se você não pode amar aos que vê, como pode dizer que ama Aquele a quem não vê?
Como podemos amar a Deus se não nos importamos com os necessitados de roupas e alimentos, é muito fácil balbuciar meia duzias de palavras bonitas nos templos em nossos cultos ou nas mil e uma coisas que inventamos para ficar juntos, por outro lado, não pense que dar ajuda financeira, doar tempo e distribuir alimentos aos necessitados se o seu coração não estiver voltado para Deus, de nada aproveitará, é o que eu disse no inicio, um depende do outro, não é amar esse ou o outro, o amor à Deus se revela no amar ao próximo e amar o próximo é uma evidencia do amor à Deus.

Sabemos tanto e fazemos tão pouco com as ferramentas que já temos em nossas mãos, estamos impregnados por uma cultura diabólica de onde não nos esforçamos para sair, vivemos de cobiçar. de correr atrás de ilusões, dinheiro, fama, posição, bem estar, roubamos, ofendemos, fofocamos e por ai vai essa lista interminável e ainda assim nos sentimos no direito de nos achar melhores que outros, perceba que no mandamento que Jesus colocou o foco não esta apenas na espiritualidade, mas também no social, não é para você se tornar divino não, pelo contrário, Jesus nos quer ensinar que por nossa espiritualidade precisamos resgatar nossa humanidade aquela que foi moldada a imagem do Criador. Se ainda não aprendemos isso, então ainda não tivemos um encontro com Deus, pois não tem sentido Ele nos libertar do pecado sem que tenhamos assumido um novo caminho para trilhar.
Em que caminho andamos? Dos homens ou de Deus?

"Senhor, não posso dizer-lhe que te amo, posso apenas dizer-te que arde dentro de mim um desejo enorme de TE AMAR."

Tem misericórdia de mim....

Um comentário:

António Jesus Batalha disse...

É para mim uma honra acessar ao seu blog e poder ver e ler o que está a escrever
reparei que se tem esforçado por nos dar o melhor,
é um blog que nos convida a ficar mais um pouco e que dá gosto vir aqui mais vezes.
Posso afirmar que gostei do que vi e li,decerto não deixarei de visitá-lo mais vezes.
Sou António Batalha.
Que lhe deseja muitas felicidade e saúde em toda a sua casa.
PS.Se desejar visite O Peregrino E Servo, e se ainda não segue pode fazê-lo
agora, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.
Que a Paz de Jesus esteja no seu coração e no seu lar.